Voluntários buscam reerguer ONG Herdeiros

18 Março 2017 07:46:00

Franciele Gasparini
Foto: Arquivo/ASemana
RECONHECIMENTO. Giovana Kruker ressalta trabalhos desenvolvidos na ONG desde a fundação, em 2004

Um grupo de voluntários promove neste domingo (19), às 15 horas, a primeira edição da Pastelada do Futuro, na sede da ONG Herdeiros do Futuro, na Rua Coronel Vidal Ramos, 221, centro de Curitibanos. 

De acordo com a vice-presidente da ONG Morgana Petris, a iniciativa surgiu da necessidade de auxiliar a ONG curitibanense que está passando por dificuldades financeiras e pode fechar as portas em breve.

Para realizar a pastelada, o grupo está arrecadando óleo, farinha, carne, queijo e dinheiro. Durante o domingo serão vendidos pastéis de queijo e carne a R$ 3 cada.

Interessados em colaborar podem entrar em contato com os organizadores através da página do evento no Facebook. Mais informações podem ser obtidas através do telefone (49) 3241-4422 ou através do e-mail ongherdeirosdofuturo@hotmail.com.

HERDEIROS DO FUTURO

A ONG, existente há 15 anos, tem por objetivo incentivar a transformação social acolhendo crianças para atividades no contraturno escolar. Minimizando a evasão escolar, a vulnerabilidade social e o contato dos jovens com o mundo do crime.

Atualmente, a ONG está sob a coordenação de Giovana Kruker, e visa atender crianças, adolescentes e jovens em situação de risco social, vulnerabilidade econômica e que apresentam dificuldades de aprendizagens e interação.

Fundada em 16 de março de 2004, a Associação já atendeu a mais de 15 mil alunos em atividades complementares à escola, e hoje, oferece atendimento a pelo menos 250 jovens de Curitibanos.

Conforme Giovana, ao longo dos anos, a ONG busca parcerias para efetivação dos projetos e ações de inclusão social, realizando investimentos em melhor qualidade de vida, preservação dos recursos ambientais e culturais para as atuais e futuras gerações.

RECONHECIMENTO

Em 2013, a ONG Herdeiros do Futuro concorreu com aproximadamente 2.713 projetos de todo o país e ficou em 1º lugar na região Sul, na categoria micro porte, com o Projeto Herdeiros da Terra, recebendo o prêmio e o Selo do Itaú-Unicef 2013.

Giovana explicou que este prêmio é identificado como uma chancela positiva de bons projetos socioeducativos, ou seja, uma certificação pela qualidade dos serviços, importantes referências de participação, articulação, compromisso social, solidariedade e desenvolvimento da cidadania das crianças, adolescentes e jovens do município.



ConexaoMaster.gif


Enquete

Você costuma preocupar-se com a economia doméstica?


#renderColunaRodape($m.context.page.content)