Réu de PAN é absolvido em Júri Popular

17 Março 2017 09:06:45

Franciele Gasparini
Foto: Franciele Gasparini
JUSTIÇA. Outras quatro sessões já estão agendadas

Florisnal Alves Correia, 55 anos, acusado de crime contra a vida de Abraão Antunes de Lima, na época com 37 anos, foi absolvido após sessão de Júri Popular realizada na última quarta-feira (15), no plenário da Câmara de Vereadores de Curitibanos.  

A tentativa de homicídio aconteceu no dia 12 de setembro de 2014, em Ponte Alta do Norte, quando Florisnal atingiu Abraão com arma branca. A vítima relatou, no dia da ocorrência, que estava no Bar da Joana quando o acusado chegou ao local portando uma faca.

Florisnal golpeou o peito da vítima causando o ferimento. Abraão relatou ainda, que não sabia qual a motivação da agressão, mas acreditava que Florisnal teria o confundido com outra pessoa que causou uma agressão contra seu familiar.

SESSÕES

Outras quatro sessões de júri devem ocorrer ainda este ano. Na segunda-feira (27), às 13h30', no auditório da UnC, vai a julgamento na terceira sessão do ano, Sérgio Pereira por homicídio qualificado por motivo fútil e emboscada. O crime aconteceu em 24 de outurbo de 2015, em São Cristóvão do Sul, e tirou a vida de Daniel França da Silva, 29 anos, conhecido por Burcão. Daniel foi morto a tiros durante uma competição esportiva no Ginásio do município por motivo banal.

De acordo com o juiz Eduardo Passold Reis, responspável pela Vara Criminal da comarca de Curitibanos, a sessão será do auditório da Universidade do Contestado na parte da tarde, para que os acadêmicos possam participar, além de facilitar a colaboração dos jurados, que poderão cumprir seus afazeres pela manhã, e comparecer ao Júri na parte da tarde. "Será uma experimentação para as próximas sessões", afirmou o juiz.

No dia 12 de abril, vai a júri Neiva Ribeiro, por homicídio qualificado. O crime aconteceu em 12 de outubro de 2014, em Ponte Alta do Norte, vitimando Neusa da Luz, de 34 anos, que foi atingida por arma branca e já chegou ao hospital sem vida.

No dia 10 de maio, vai a júri João Valdenir França, por crimes contra a vida. O fato aconteceu em 25 de dezembro de 2015, no bairro São José, quando Amarildo Webber foi atingido por arma de fogo. Em 31 de maio, acontece o júri de Jorge Henrique Borges, por homicídio qualificado e violência doméstica contra a mulher. O crime aconteceu em 20 de outubro de 2013, no bairro São Luiz, resultando na morte de Lidiane Chaves Motta Borges, de 26 anos, após desentendimento do casal.


ConexaoMaster.gif


Enquete

Você costuma preocupar-se com a economia doméstica?


 

INFORMAÇÕES E CONTATO

AV. Salomão Carneiro de Almeida, 338 - Sala 26 - Ed. Gaboardi Master Center - 89520-000 - Curitibanos/SC (49) 3245.1711

Copyright © 2015 A SEMANA EDITORA LTDA. Todos os direitos reservados.